pilates1

Pilates é uma técnica que trabalha a mente e o corpo, em conjunto, e possui como princípios básicos: concentração, controle, centralização, precisão e respiração. Força, tonificação e alongamento são trabalhados de dentro para fora do corpo, tonando-o forte, elegante e saudável.

0 37
PILATES2

Alongamento; Flexibilidade; Mobilidade articular; Força; Equilíbrio; Aumenta o tônus muscular sem exagero e, consequentemente, protege os ossos; Diminui a gordura do corpo.

0 37
limpeza1

É um procedimento estético que tem como objetivo remover cravos e impurezas da pele, além de remover também o milium, que são pequenos cistos salientes causados pelo acúmulo de óleo e pele nos poros.

0 38
diamente1

É um peeling físico, ou seja, utiliza-se um equipamento próprio para esse fim para promover uma microesfoliação da pele, para a remoção das células mortas que ficam na camada mais superficial da pele e a estimulação à produção de colágeno.

0 36
rea2

FISIOTERAPIA CONVENCIONAL: A Fisioterapia é uma ciência da Saúde que estuda, previne e trata os distúrbios cinéticos funcionais intercorrentes em órgãos e sistemas do corpo humano, gerados por alterações genéticas, por traumas e por doenças adquiridas. Assim, a chamada fisioterapia convencional é uma ciência aplicada, cujo objeto de estudos é o movimento humano, em todas …

0 44
pilates1

Para  pessoas de mais idade: O Pilates é uma forma de exercício de baixo impacto, ideal para quem tem problemas de saúde ou que não tem feito qualquer exercício recentemente;

0 36
ultrassom

Este aparelho é utilizado para tratamento de gordura localizada, celulite e pós-operatório, diminuindo o tempo de cicatrização devido a seu efeito anti-inflamatório.

0 37
fisio1

Doenças crónicas – Nas sociedades modernas, a melhoria das condições de vida, os avanços médico-cirúrgicos e a promoção e a generalização dos cuidados de saúde levaram ao aumento da longevidade e, como tal, ao progressivo crescimento do número de idosos.

0 36
fisio1

Doenças crónicas – Nas sociedades modernas, a melhoria das condições de vida, os avanços médico-cirúrgicos e a promoção e a generalização dos cuidados de saúde levaram ao aumento da longevidade e, como tal, ao progressivo crescimento do número de idosos.

0 40